30 de jul de 2013

23º Capítulo – Damn



José e Paulão meu bromance favorito


“And without you I don't know what I do
I can never, ever live a day without you
Here with me, do you see,
You're all I need”

- Por Joseph Jonas

No mesmo minute em que ela me perguntou isso, meu coração parou. Seria verdade? Será que ela queria mesmo dormir comigo? Fiquei sem reação. Quis esquecer tudo. A Ashley e toda a superstição. Ela gostava mesmo de mim?
- Não, eu não... – hesitei ao recusar.
- Ah, não esquenta! Vem comigo – ela puxou minha mão.
- Eu não posso... – finquei meus pés no chão. Ela me puxou novamente com mais força e eu cedi. – Eu vou me ferrar... – sussurrei com a voz chorosa. Era  a primeira vez que eu recusava dormir com uma garota mesmo sabendo que ela iria embora no dia seguinte e eu nunca mais ficaria com ela. As garotas são más.  Eu já estava com vontade de soltar a mão dela e sair correndo quando ela me parou em frente a um estúdio de tatuação.
- Mas... – falei incrédulo enquanto Demi abria a porta.
- O dono daqui é meu amigo e... – ela me encarou – Que foi?
- Eu não sei se quero fazer isso – falei quieto.
- Relaxa, é só uma tatuagem. Você já tem muita experiência – ela espalmou minhas costas e começou a rir.
- Aff, tá bom... Mas que seja em lugares estratégicos. – bufei – Já tô bêbado mesmo. – assim que adentrei o lugar, meu celular vibrou no bolso da calça. – Só um minutinho – disse pra Demi enquanto colocava o telefone no ouvido – Alô?
- Fala cara – Kevin murmurou com a voz distante.
- Oi, Kevin? Por que tá me ligando a essa hora?
- Eu tava em uma festa aqui. Você já tá em casa? – ele perguntou.
- Não, cara. Você sabe que eu tô com a Demi – revirei os olhos.
- Tá maluco? Já são duas da manhã, volta pra casa! – ele exclamou.
- Você tá bêbado? – ri sarcasticamente – Não, eu não vou voltar.
- A vida é sua. Mas você lembra o que o papai dizia? Depois das duas horas da manhã, volte para casa e vá dormir. Nada de bom acontece depois das duas. – ele tossiu um pouco.
- Tenha dó, Kevin – ironizei – Você sabe que eu nunca acreditei nisso.
- Há uma série de coisas que aconteceram de ruim com você. E foram todas depois das duas. – ele advertiu.
- Pior que é – murmurei abatido. Eu não iria conseguir nada com ela – Tudo bem, onde você tá? Tô indo te buscar.
- Ótimo. Eu tô aqui em frente à Boate Silver Montain. Vem logo por que eu não consegui catar mulher hoje, elas tão muito saidinhas pro meu gosto.
- Ah vá! – ri – Segura a tua onda, me apara que eu tô chegando – desliguei.
- O que foi? – Demi perguntou mexendo no meu cabelo. Encarei-a um pouco. Ela não tirou a mão da minha cabeça, ficou colocando meu cabelo pra trás e bagunçando.
- O que você tá fazendo? – perguntei quieto.
- Nada – ela falou rápida e tirou a mão do meu cabelo – Quem era?
- Ah, era o Kevin. Ele tá muito bêbado e eu tenho que deixá-lo em casa. – menti revirando os olhos.
- Ah, que chato. Tudo bem, eu posso pegar um táxi.
- Não, eu te deixo em casa. Eu só preciso passar na boate antes e buscar ele – falei pegando o celular e digitando rápido uma mensagem para Kevin.

“Finge que tá bêbado, pelo amor de Deus.”


To Be Continued.



MEU DEUS VCS VIRAM ISSO QUE ELE POSTOU NO INSTA DELE????? ALJCXLKZ\HAJKSXN MEU DEUS EU TÔ PIRANDO CARA QUE GOSTOSO TAVA ATÉ NOS TTS DO BRASIL CARA, AMO O FANDOM BRASILEIRO #NICKJONASGOSTOSÃOTAMOSTRANDOOBENGALÃO
HEHEUHEUE PAREI .-.

Demorei pra postar, eu sei, but esse capítulo tá meio grandinho né, vamo lá \o/
Pois é, graças a alguns comentários eu decidi terminar de postar a fic, se bem que ela é pequena, só vai até o capítulo 30, 35, por aí. Muito obrigada gente, vocês são demais! Vai ter Niley na fic, mas eu não sei o que faço com o Kevin. Será que eu mando ele aquietar o facho e arranjar uma mulher ou ele vira um fodão bem vagabundo? Comentem aí! Ah, eu e Thais bruxa montamos um blog de mini fics! A Larissa vai postar lá, mas ainda falta uma! Quem quiser postar lá de vez em quando avisem aqui ou lá no blog mesmo, que é esse: Remember
Ok? Ah, e o que acharam do layout? Sei lá, achei que ficou bonitinho e decidi usar lxjclçzxjzlçxa
Beijos migas

26 de jul de 2013

Vocês estão gostando da fic?

Se não estiverem gostando me avisem q eu faço outra! Poxa, os comentários diminuíram pra crlh.
Antes na HDIFILWY o blog estava cheio de comentários e eu sentia q vcs gostavam mesmo de ler. Agora  com essa fic nova, algumas pessoas pararam e os comentários estão cada vez num número menor.
As pessoas q ainda continuam comentando são as q nunca deixaram de comentar, sempre acompanharam o blog e eu sou muito grata por isso. Mas se não estiverem gostando, por favor me avisem! Não fiquem com pena, podem criticar, eu vou entender! Podem até criticar em anônimo.
Por favor, comentem nesse post? xx
Beijos. Eu amo vocês

23 de jul de 2013

22º Capítulo – Happy Ending ~ MARATONA (ÚLTIMO)




“You ain't gotta worry it's an open invitation
I'll be sittin' right here real patient
All day all night I'll be waitin' standby
Can't stop because I love it”

- Por Joseph Jonas

Droga! Por que eu estava tão nervoso? Puxa vida, era apenas um encontro e eu já havia feito isso milhares de vezes. É só ir até lá e agir normalmente. Era um restaurante muito fino, então resolvi ir usando um smoking.
- JOE ANDA LOGO! VOCÊ PARECE UMA MULHER SE ARRUMANDO!  VAMOS EMBORA CARA, EU QUERO CARONA! – ouvi Kevin gritar da cozinha.
- Já vou! – falei impaciente, dando uma última ajeitada no cabelo.
Descemos até o estacionamento e eu o deixei em casa. Segui até o bairro de Demi. Já era noite e eu morria de medo de ser assaltado, mas tudo bem. Peguei-a na fachada de sua casa.
- Oi – ela falou, entrando no carro. Meu Deus, como estava linda.
- Oi – murmurei – Você está bonita.
- Você também. – ela sorriu.
Engoli em seco antes de dar a partida. Eu ficava nervoso perto dela. Chegamos ao restaurante. Atrasados, mas chegamos. Eu havia reservado uma mesa perto do bar.
Pedi um vinho e o garçom gentilmente trouxe.
- Então... Joe – ela enfatizou, fazendo uma careta engraçada. – Há quanto tempo você mora em Nova York?
- Praticamente desde que eu nasci... – falei.
- É? Bom, eu já morei aqui. – disse ela, ajeitando os cabelos.
- Sério? Quando era pequena? – perguntei surpreso.
-Sim... Só que eu morava com o meu tio. A Miley e os meus pais ainda moravam no Alasca. Então eu tive que ser deportada. Aí voltei pra lá. – ela sorriu, tomando uma taça de vinho.
- Ah... – descanse na cadeira – Vou fazer uma loucura, vou pedir só sobremesa.
- O quê?
- Garçom! – chamei, ainda encarando ela. Procurei a tabela de sobremesas no cardápio. Pedi a primeira comida que vi.
- Você é maluco – ela abanou a cabeça.
O resto da noite se passou incrivelmente engraçado. Eu só a fazia rir, comendo, me sujando todo de chocolate, tomando uísque e enfiando dois bolos na boca de uma vez só.
Saímos do restaurante se acabando de rir.
- Ai, eu não agüento! Foram muitos doces – comecei a rir.
- E muito uísque. – ela me acompanhou.
- Ainda tá cedo, são 2 horas da manhã. – olhei no relógio – Vamos... Vamos a uma rave?
- Uma rave? Kkkkkkkkkkkkkkkk – ela quase caiu no chão de tanto rir - Eu tinha me esquecido das raves!
Encostei-me na parede do restaurante. Sabia que estava bêbado. A Demi estava mais que bêbada, parecia uma barata tonta, rodando e rindo de tudo.
- Joseph... – ela se aproximou – Que tal nós sairmos daqui agora e fazermos uma coisa que vamos nos arrepender bastante amanhã de manhã?

To Be Continued.



E aí amores, gostaram da maratona?
Espero que sim, porquê dediquei meu dia a vocês kkkkk
Obrigada pelos comentários lindos!
Posto assim que puder. Comentem nesse post? Obg.

Beijos migas

21º Capítulo – Brothers ~ MARATONA




“Should've gave you all my hours when I had the chance
Take you to every party
Cause all you wanted to do was dance
Now my baby is dancing, but she's dancing
With another man”

- Por Demetria Lovato

Até que o Joseph era um cara interessante. E também era meio doido né. Só um doido faria uma tatuagem do New Kids On The Block nas costas. Assim que entrei em casa, Miley me recebeu.
- Quis bancar uma de estressada, né? – ela riu, veio até mim e me deu um abraço – Desculpa.
- Tudo bem, Miles – falei retribuindo ao abraço – Você tava certa. Eu dou um trabalhão e você só é a minha irmã mais nova.
- Mas eu gosto de cuidar de você. Te amo – ela beijou meu rosto.
- Também te amo.
- E aí, onde você tava? E o que foi isso na sua cabeça? – ela apontou.
- Eu fui atropelada pelo Joseph! – ri – Aí ele me levou até a casa dele e fez esse curativo.
- E você deixou né. Humm... Pra quem não o suportava isso é um avanço! – ela sorriu.
- Acabei descobrindo que ele é um cara interessante. E ele me deu essa escultura, olha que lindo! – mostrei o pingüim pra ela.
- Eu só não sei como não descobriu isso antes – ela ligou a televisão.
- É que eu tinha medo da fama dele, mas acabei descobrindo essas coisas. Mas a gente até... Marcou um encontro.
- Mas já? – ela gritou – Demi, você é bipolar até demais, mana.

- Por Joseph Jonas

- Eu só acho que ela está gostando de mim. – me gabei, enquanto Kevin colocava  a sobremesa no balcão.
- Cê não botou chocolate né? – Nick olhou para Kevin cauteloso – Tu sabe que eu sou alérgico.
- No seu não – Kevin falou tranqüilo, empurrando o pedaço de bolo para Nick.
- Joe... – Nick retomou o assunto. – Tu antes ficava me enchendo o saco com essa porra de superstição! – ele afinou a voz – Ah, eu não quero me comprometer, eu não quero me prender, por que elas vão me deixar.
- Puta que pariu – passei a mão na cabeça – E agora? É mesmo! Eu não posso transar mais de uma vez com ela, senão ela arranja outro cara? E agora? Eu não quero... Que ela comece a me odiar de novo! A Demi é...
- Que seja. – Nick me interrompeu – Kevin quer jogar Guitar Hero?
- Há! Garanto que não ganha de mim. – Kevin riu, deixando o bolo de lado.
- Vamos ver bonitão. Aí Joe, libera umas cervejas! – Nick sentou no sofá.
- Nossa! Que irmãos legais que eu tenho, viu? – debochei.
- Aff Joe chega desse papo de mulherzinha, libera as cervejas aí e vem jogar também.
- Vai sonhando otário – mostrei o dedo pra ele e voltei minha atenção pro bolo. Ah, foda-se! Fui até a geladeira e peguei três latinhas – Eu pego o vencedor!


To Be Continued.


Girls, +3 coments para o próximo
- xoxo

20º Capítulo – Finally ~ MARATONA




“He pickes me up, like
He's got the way of the hurricane
And I think i'm fine, like
I'm in the eye of the hurricane

- Por Joseph Jonas

Eu não respondi, continuei cuidando da cabeça dela. Não era um ferimento tão grave assim. Ela estava simpática e serena, sem aquele estresse de sempre.
- Prontinho – falei finalmente, colocando o band-aid na sua testa.
- Obrigada, Joseph. – ela se levantou.
- Não há de quê. Foi só minha obrigação, já que fui eu quem te atropelou. Me desculpa por isso, eu me distraí.
- Tudo bem – sorriu. Caramba, quem é essa menina? Não é a Demi. Ela estava simpática demais pra ser a Demi.
- Demi... Você e a Miley brigaram? Quer dizer... Eu tenho certeza que você iria preferir que a Miley cuidasse de você e não eu.
- Uh, você é rápido. – ela arregalou os olhos – Não foi bem uma briga. Ela apenas... Me disse umas coisas que eu não gostei, só isso. Fiquei com um tiquinho de raiva.
- Não quer dormir aqui?
- Ah, mas nem pensar! Não confio totalmente em você não, Joseph.
Gargalhei alto.
- Você é muito difícil, garota!
- E você é um cara de pau! – sorriu cínica.
- Aí, a gente podia sair um dia desses! Se liga que hoje é terça, né? Eu conheço um restaurante que serve a melhor omelete de queijo de Nova York às terças.
- Omelete de queijo? – ela me olhou com nojo – Não gosto desse tipo de comida.
Abri a boca pra falar, mas não saiu som algum.
- Que tal se nós comermos no Upper East Side amanhã às nove? – ela piscou.
- Tá me convidando pra sair? – perguntei incrédulo.
- Entenda como quiser. – ela se dirigiu até a porta, levando sua bolsa a tiracolo.
Comemorei silenciosamente, erguendo minhas mãos para o alto.
- Eu te amo Nick!


To Be Continued.


Girls, +3 coments para o próximo
- xoxo

19º Capítulo – Funny ~MARATONA



Mais que perfeita 



“I have no heart to lie
I can't pretend a stranger is a long awaited friend
All the world's indeed a stage, and we are merely players
Performers and portrayers

- Por Joseph Jonas

- Tá maluca garota?! – me ajoelhei no chão.
- Eu podia jurar que era você... – ela sorriu.
- Sua cabeça tá sangrando – falei preocupado.
- Tudo bem – ela riu – Eu já estou acostumada.
Por que ela estava sorrindo? E por que estava me tratando tão bem?
- Quer que eu chame uma ambulância? – continuei. Por que diabos ela estava sorrindo?! Acho que ela bateu a cabeça com muita força mesmo.
- Não! – falou e seu sorriso desapareceu – Também não quero ir pra casa.
- Pode ser pra minha casa? – perguntei receoso.
- Pode – falou ela tentando se levantar.
- Deixa que eu te pego – tomei-a nos braços com facilidade, colocando-a no banco de trás.
- Eu sabia que isso ia acontecer – falou ela assim que eu entrei no carro.
- Você é muito azarada! – comentei sorrindo – Foi alguma promessa quebrada?
Ela não respondeu. Não falou nada o caminho todo. Será que ela se zangou?
- Bom, essa é minha casa. – falei, assim que chegamos à fachada.
- Você mora aqui sozinho nessa casa enorme? – enfatizou.
- É. – falei alegremente. Eu adorava morar sozinho. Entramos na casa e ela ficou o tempo todo olhando as coisas e mexendo em tudo. – Vou pegar a caixinha de primeiros socorros – anunciei subindo as escadas. Ela não disse nada. Assim que voltei, encontrei Demi mexendo numa escultura de um pingüim que havia em cima da lareira.
- Isso é seu? – ela perguntou encantada.
- É. Eu comprei pra dar de presente a uma amiga minha, mas ela fugiu com um cara da Bélgica e eu achei que ela não merecia, então guardei. – ri debochado.
- Posso ficar pra mim? – ela me olhou, segurando a escultura junto ao peito.
- Claro – sorri. Ela veio até mim, sentando-se ao meu lado ainda com a escultura na mão. O sangue parecia grudado na testa, me deu um pouco de nojo. Peguei o algodão e limpei o ferimento. – Só que você ainda não respondeu minha pergunta.
- Eu não sei bem... Como isso aconteceu. Eu acreditava nessas coisas de macumba, ou... Superstições. Mas hoje não acredito mais. É idiotice. Eu também já fiz muita idiotice.
- Fez mesmo? Na época do colegial, né? – ri.
- Sim, muita.
-Não se preocupe, não é a única. – eu disse terminando de limpar. Ela gemeu.
- O que quer dizer com isso? – fez uma careta.
- Há! – sorri, me levantando. Tirei a camisa e mostrei as costas pra ela.


- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHAHAHAHAHAHAHAH!!! – ela teve um ataque de risos, tombando no sofá – NEW KIDS ON THE BLOCK! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK VOCÊ TEM UMA TATUAGEM DO NEW KIDS ON THE BLOCK NAS COSTAS? KKKKKK AS CABEÇAS DELES ESTÃO GIGANTES!
- É, por que eu fiz na terceira série, meu corpo cresceu! – recoloquei a blusa – Eu morro de vergonha de tirar a camisa na frente dos outros por causa dessa tatuagem ridícula.
- Por que você fez isso cara? – ela parou de rir um pouco – Como seu pai te deixou fazer isso?
- Foi ele que me levou ao tatuador – dei de ombros. Meu pai era maluco, meu avô também. Sentei-me ao seu lado novamente.
- Acho que já sei a quem você puxou.

To Be Continued.



Girls, +3 coments para o próximo.
PS: Pra quem não sabe, New Kids on The Block é uma boy band de música pop rock americana.

-xoxo


18º Capítulo – Like the First Time ~ MARATONA



Gay!! ♥


“You had your dreams, I had mine
You had your fears I was fine
Showed me what I couldn’t find
When two different worlds collide

- Por Miley Cyrus

Eu não sabia se Demi iria almoçar em casa, mas já que ela ainda não havia chegado, resolvi ir logo preparando a comida.
- Miley? – ouvi a voz de Demi vindo da sala.
- Aqui – respondi calmamente, depois me virei para encará-la. – O que ele queria?
- Ah... Nada – falou, roubando uma azeitona do prato.
- Não parece ser nada – ironizei.
- Acredita que o Joseph nunca namorou ninguém?! – ela se rendeu.
- Ah. – relaxei – O Joseph. Eu acho que ele... Gosta de você.
- Ele mal me conhece – retrucou ela, voltando sua atenção para o livro.
- Você é bonita, Demi. Tem presença. É disso que um homem gosta.
- Tem certeza? – ela fez uma careta abandonando o livro no sofá.
- Absoluta – sorri – E também... Já está na hora de você arranjar um namoradinho né Demi?
- Como é? – ela veio até mim com os braços cruzados.
- Ah, você sabe... Eu tô cansada de tomar conta de você Demetria! – falei sem pensar. No segundo seguinte me arrependi completamente.
- Não acredito que disse isso. – falou zangada, se retirando.
- Aonde você vai? Tá na hora do almoço! – gritei arrependida.
- Dar uma volta.
- Desculpa! – gritei. Ela nem me escutou; já havia batido a porta com força.

- Por Joseph Jonas

- Anda logo com esse negócio e vam’bora!  - gritei para o carro na minha frente. Já fazia 20 minutos que eu estava preso naquela porcaria de transito.
Para minha surpresa, o carro na minha frente começou a andar.
- Graças a Deus – suspirei pisando devagar no acelerador.
Assim que ia passando pelo Bronx, recebi uma SMS. Olhei o remetente; um número desconhecido. Não visualizei a mensagem. Guardei o celular no bolso e assim que olhei pra frente, vi que uma garota atravessava a rua. Só consegui frear assim que o carro bateu nela. Abri a porta e avistei-a, caída no chão. Demetria.


To Be Continued.


Girls, +3 coments para o próximo.
-xoxo

22 de jul de 2013

Sobre a maratona + Happy Birthday Selena!


Diva ♥

Hey povo '
Sim é isso o q vocês leram! Eu decidi fazer uma maratona pq estou demorando muito pra postar. Bem, me desculpem quanto a isso.
A maratona vai ter 5 capítulos. Não vão ser muito grandes e não terá muitas revelações. Mas terá comédia, como sempre. Os capítulos vão seguir de hora em hora mas pra que eu poste o próximo precisarei de 3 comentários no mínimo, só pra saber se tem gente lendo ou se estão gostando. Amanhã mesmo ela vai começar, talvez uma hora da tarde ou mais cedo q isso.
E mito obrigada mesmo pessoal pelas 35.000 visualizações aqui no blog, eu agradeço muito por isso.
Amo vocês (:

E aproveitando o post:

HAPPY BIRTHDAY SELENA!


Nossa diva comemora 21 aninhos hoje. Ela é motivo de orgulho para uma legião de fãs.

16 de jul de 2013

17º Capítulo – Just Friends




“No matter what the people say
I know that we'll never break
Cause our love was made
Made in the USA”

- Por Nicholas Jonas


- Dem... Demetria – falei calmo. Era esse o nome dela?
- Sim? – ela perguntou, olhando pra mim. A boca dela estava suja de chantilly.
- Duas coisinhas. Primeiro: tá sujinho aqui, ó. – gesticulei, e ela limpou – Segundo... Eu vim te pedir pra você dar uma chance ao Joseph.
- Oi? – ela me olhou – Você foi até a minha casa... Me convidou pra sair pra perguntar isso? – levantou-se.
- Não! – segurei seu braço – Não vai agora não.
- Por que eu não iria? Eu nem gosto dele.
- Mas você nem o conhece.
- Por que está fazendo isso, Nick?
- Por que o Joe é um solteirão desde que nasceu. Posso te dizer com toda certeza que ele nunca namorou. Ele tem umas superstições muito malucas. Diz que jogaram uma macumba nele. Ele nunca teve mais que uma noite com uma garota.
- Isso é sério? – ela sentou-se – Por isso ele é tão estranho?
- Ele tem até fama – ri.
- Ai, coitado. – ela pôs a mão na cabeça – Tô me sentindo uma completa idiota agora.
- Nem se preocupe muito. Ele já está acostumado.
- Eu dei um tapa na cara dele!
- Você... Você o quê?! – comecei a rir. O Joe apanhou de uma garota?
- Pois é – falou séria. – Você diz a ele que eu pedi desculpas?
- Claro. – sorri. O plano estava funcionando!

- Por Joseph Jonas


O celular tocava no meu bolso. Era Nick.
- Que foi? – eu estava estressado. A Patrícia ficou o dia todo enchendo o meu saco.
- Pode dizer... Eu sou o máximo, né?
- O que aconteceu?
- A Demi acreditou em tudo! Ela até me mandou eu te pedir desculpas por ela.
- Mentira, cara. – eu não podia acreditar.
- É sério! Só mais um empurrãozinho e ela vai querer sair contigo.
- Você vai continuar incentivando? Por favor, Nick. Por favor.
- Tá. Mas pra isso você tem que dizer: O Nick é o máximo e eu sou um mané.
- O Nick é o máximo e eu sou um mané?
- SABE TUDO! – disse ele, desligando. Eu mereço.


To Be Continued.


LUTO :c

Acho que todas vocês já sabem que o Cory morreu né... Bom, eu nem sou Gleek nem nada cara, mas eu fiquei muito mal. Eu gostava tanto dele, nem dá pra imaginar que um menino tão bonito usava drogas :/
Ai cara :c
Enfim, escrevi esse capítulo ouvindo Warrior da Demi Lovato. 
Ansiosas pra amanhã? Eu tô demais!
O CLIPE DE FIRST TIME VAI SAIR NO MESMO DIA QUE O DE MADE IN THE USA!
AAAAAAAAH
Morri (:
Então, fiquem com Deus e comentem aí.
Beijos migas

Divulgando:

12 de jul de 2013

16º Capítulo – What’s up?



“People change and promises are broken,
Clouds can move and skies will be wide open
Don’t forget to take a breath

- Por Joseph Jonas

Acordei atrasadíssimo. Já eram mais de 9 horas quando cheguei à ALNYC.
- Finalmente né Sr. Joseph? Achei que não viria mais! Os sócios estão esperando por você. -  a Sra. Mercer me recebeu.
- Desculpe Patrícia. – falei desanimado – Já estou indo pra lá. Onde estão os documentos da fusão?
- Com a Sabrina.
- Quem é Sabrina? – perguntei.
- É a nova contratada – apontou para uma morena que estava saindo da sala do presidente – Bonita não?
- Maravilhosa. – falei hipnotizado.
 - Ah, Sr. Jonas. Sou a nova contratada – ela se apresentou.
- Oi – apertei sua mão com força.
- Aqui os documentos da fusão. – me entregou uma pasta.
- Obrigado – falei, dando uma última olhada nela e indo em direção à sala dos chefões.

- Por Demetria Lovato

“Eu voltaria pra ele. Num piscar de olhos. Nunca quis que fosse assim.
- Então você está comigo?
Olhei em seus olhos e me dirigi ao abraço de Alex, enterrando minha cabeça em seu pescoço.
- Sempre.”
- Você ainda lê esses romances água com açúcar, Demi? – Miley se aproximou do sofá, sentando-se na poltrona.
- Você sabe que sim.
- Que horas vai ao consultório?
- Hoje eu não vou precisar ir – sorri alegremente.
- Então vamos dar uma volta por aí! – sugeriu Miley
- Você vem comigo?
- Claro né – revirou os olhos.
- Nós... – comecei, mas fui interrompida pela campainha.
Miley levantou-se depressa pra atender.
- Oi. A Demi está em casa? – ouvi uma voz masculina vir da porta.
- Ela está sim... Quem é você? – Miley perguntou.
- Muito prazer. Meu nome é Nicholas Jonas.
Corri até a porta, tropeçando no tapete, mas não caí.
- O que faz aqui? – perguntei a ele, quase sorrindo.
- Eu... Bom, já que você salvou minha vida, pensei que... Sei lá, o Joe me deu seu endereço e eu vim, é isso – falou atrapalhadamente. Percebi que ele não tirava os olhos das pernas de Miley.
- Ah, ta. Mas pra quê? – olhei-o.
- Eu ia te convidar pra sair, tomar um sorvete.
Encarei Miley. Ela sorriu pra mim e fez que sim com a cabeça.
- Então tá. – olhei pra minha roupa e mordi o lábio. Será que eu devia trocar?
- Não precisa você tá bem assim – falou Nicholas, como se lesse meus pensamentos.
Saímos da calçada e fomos andando pela rua.

-Então tá. O que... Você quer conversar comigo? – perguntei finalmente.

To Be Continued.



Estou pirando Deus.
Ai cara :c
O KEVIN VAI SER PAI, BITCHES!
Tudo bem que eu nem gosto de Kenielle, mas poxa :c
Acho que de hoje em diante vou aprender a gostar.
Tem um bebê no meio, cara :c
TO CHORANDOOO :((
Ok, sorry pela demora, é que eu fiquei sem net ç_ç'
Indo agoraa por que tô com muita cólica.
A minha inspiração tá em falta, então não sei se vai ter maratona.
e_e
Tchau migas !

NOTICIÁRIO:
Demi Lovato chegou ao Brasil.

5 minutos depois...

Demi lovato foi sequestrada por uma fã.

Eu:


KKKKKKKKKKKKK, sorry, tive que fazer isso, u-u



Crítica ao blog - Fanfic: Have I Found You?


Olá Pessoal!
A Suzanny pediu para que fosse eu, Diana (DSP), a fazer a critica à fanfic dela e cá estou eu de novo.
É a segunda fanfic que eu critico.
Bem, Suzanny, espero que concorde com a critica. Se quiser comente, diga o que acha.

Status do blog:
Nome: Have I Found You?
Dona do blog: Suzanny

Género: Comédia/Romance.
Fanfic a ser criticada: Have I Found You?

A critica foi feita até ao capitulo 15.

Visual:

 Gostei do visual, tem tudo a ver com a fanfic Have I Found You?

Sinopse:

 Eu li a sinopse e fiquei totalmente sem palavras. É uma das melhores sinopses que eu já li na minha vida! Bem escrita, a ideia é diferente, a acção é diferente. Mas houve um mas, a sinopse fez-me lembrar o filme Beastly com a Vanessa Hudgens e o Alex Pettyfer. Não sei se conhece ou já viu o filme. Eu não cheguei a ler os capítulos da fanfic e já imaginava a história do filme. Mas quanto à sinopse foi das melhores que já li! Parabéns!

Personagens:

 A apresentação de personagens foi muito simples mas até foi bom porque depois apareceu a sinopse em baixo que fez o leitor perceber um pouco do que iria ser a fanfic.

Capítulos:

  Comecei a ler o capitulo 1 e ri com a idade que o Joe tinha. 12 anos? Era idade para a mãe dele o ensinar a ser uma melhor pessoa, sem preconceitos. 
 Bem...quanto à escrita nada a dizer. Foi muito bem escrito. Só há um problema com o "pra" em vez de "para" mas quanto ao resto, nada a falar.
 A fanfic tem piadas, uma comédia leve.
 Nos capítulos 2 e 3 não acontece nada,  apenas está a descrever o que já tinha escrito na sinopse.
 Tenha cuidado com erros como este: "- Vocês são de onde? – Quis continuar." Era a Demetria a falar, não o Joseph. E cuidado com os erros ortográficos.
 Os capítulos 7 e 8, a forma como a história progrediu, foi um pouco chato de ler. A história avançava muito devagar. Tente acelerar um pouco os acontecimentos mas também não em excesso. Alguns dos seus leitores podem se cansar de ler a fanfic. 
 Quanto ao capitulo 13, disse que o capitulo estava, tirando as suas palavras, "uma bosta". Não diga muitas vezes isso pois pode desagradar os leitores. Foi um capitulo pequeno mas quem deve dizer se foi bom ou não são os seus leitores. Pense nisso! Não seja negativa.
 Gostei da maneira como terminou o capitulo 14 mesmo que seja uma pergunta óbvia é sempre bom terminar um capitulo com uma pergunta. Faz o leitor querer ler o próximo capitulo.
 Tenho ainda a dizer uma coisa: Vi que tem mais fics no seu blog. Tenha cuidado com isso. A menos que seja uma mini-fic com 4 ou 5 partes não escreva duas fanfics ao mesmo tempo. Eu fiz esse mesmo erro no meu blog e foi uma trapalhada. Os leitores já não sabiam se a personagem era de uma ou de outra fic. Faça uma fic de cada vez.

Dicas:

1- Acelere um pouco os acontecimentos na história;
2- Cuidado com os erros. Se não quiser ter esse trabalho de ler os capítulos mais que uma vez tente encontrar uma beta. Uma beta vê se os capítulos têm erros;
3- Não tenha mais de uma fanfic ao mesmo tempo no seu blog pois os leitores ficam atrapalhados.

Nota:

 Eu decidi dar uma nota alta em parte graças à sua escrita e pelas suas descrições na fic.

 Nota 8,5.

 Vai ter que postar a critica no seu blog, a fanfic Have I Found You? foi aprovada por mim, Diana (DSP).
 Obrigada pela preferência.

Selo:


5 de jul de 2013

15º Capítulo – Make it Right



“Keep it sweet, keep it slow
Let the future pass and don’t let go,
But tonight I could fall too soon
Under this beautiful moonlight”

- Por Joseph Jonas

- Olha o respeito por que eu sou teu irmão mais velho, capeta! – dei um tapa em sua cabeça.
- Isso não impede de você querer comer ela – sorriu. Não deixei de sorrir de volta.
- Tá bom, eu tô interessado nela sim...
- Sabia! Joe, eu sei que sempre ferro contigo, mas... Eu te ajudo a pegar essa daí.
- Tá falando sério? – sorri. Fiquei animado. Queria provar pra Demi que ela não é de ferro como pensa. Ela tá precisando de um homem.
- Tô sim. Ela parece ser daquelas garotas tímidas, que saem de casa só com a irmã mais velha ou com as amigas.
- Ela tem uma irmã.
- Ô beleza, então a gente vai se dar bem em dobro! – Nick esfregou as mãos.
- Safado. – sorri.
- O que você sabe sobre ela?
- Sei que ela é dentista, veio do Alasca, Torce pros Lakers... Ah, e ela tem uma tatuagem muito sexy, cara, bem perto da bunda.
- Você já viu a bunda dela?
- Ela é desastrada demais! Já escorregou na minha frente milhões de vezes. E numa delas tava de saia, deu pra eu ver.
- Depois eu que sou o tarado – lançou-me um olhar malicioso.
- Ah, e ela me detesta também, por que acha que eu me aproveito das mulheres.
- Você se aproveita das mulheres.
- Não, eu não! As mulheres que se aproveitam de mim.
- É, é verdade... Você tem andado muito solitário esses últimos dias.
- Por causa da Ashley.
- PORRA, ESQUECE ESSA MERDA DE MACUMBA, CARA! – gritou ele. Me olhou, mais calmo – desculpa. É que você me dá nos nervos, Joseph.
- Fale por você. – murmurei. – Então, qual é o plano?

- Por Demetria Lovato

Cheguei em casa com os pés calejando por causa do salto. Tava sem dinheiro pro táxi, sem falar que um idiota de carro me deu um banho na calçada da casa do irmão do Joe.
- Demi, o que aconteceu você está congelando! – Miley me trouxe pra dentro de casa. – vai ficar resfriada!
- E-eu s-s-sei q-que v-v-vou – bati os queixos. Eu estava morrendo de frio.
- Vou preparar um banho pra você. – falou ela, me enrolando com um roupão. Miley às vezes faz o papel de minha mãe.
- O-b-b-briga-da Miles-s. – gaguejei.
- O que aconteceu?
- Ee-eu que s-sou uma id-diota. – enxuguei o rosto. Tirei minha roupa e entrei na banheira-tentei ajudar um garoto asmático e acabei descobrindo que ele era outro irmão do Joe. Fiquei sem dinheiro pro táxi e tive que voltar andando. Foi aí que um idiota me deu um banho de lama.
- Caramba, eu sabia que não devia te deixar sozinha.
- Ai Miley! Eu tô cansada de ser tratada como criança! Eu tenho 25 anos na cara, não posso mais ser tratada assim!
- Demi, eu não tenho culpa se você é desastrada e não pode ficar sozinha!
- Ah, eu posso me cuidar muito bem sozinha!
- Isso eu quero ver – Miley disse, se retirando.

- Por Miley Cyrus

Mal saí do banheiro, ouvi sua voz me chamando.
- Miley? Pega a toalha pra mim? Tenho medo de escorregar.


To Be Continued.


Gayzão


Oi negas >.< '
Ok, vou admitir que ri muito escrevendo esse capítulo. É que eu nunca imaginei o Nick assim, sabe? Desse jeito. É algo novo pra mim. Desculpem a demora, é que ontem teve um assalto aqui na minha casa, a mão armada. Foi tudo muito rápido e eles levaram pouco dinheiro, graças a Deus. Eu estava pensando em fazer uma maratona pra vocês, ainda não sei. Se tiver eu aviso :D 
Posto o mais rápido possível. Comentem aí, e beijos migas



4 de jul de 2013

Selinho ♥

Gente ganhei dois selinhos, um da Erikita (intimidade level 65453152)
E outro da Mari ♥


Regras:

-Repassar para 5 blogs:

Ja já eu digo, flw?

-Colocar o link de quem te passou.
O blog que me repassou foi Jemi - One life, One choice

-Fazer uma postagem com as regras.

-Colocar os créditos em: Glamorous Productions




1°- Porque criou o Blog?
Pra expressar meus sentimentos, de alguma forma
2°- Se considera uma boa escritora?
Sim -sqn
3°- A quanto tempo tem o seu Blog?
Desde o dia 15 de janeiro de 2013
4°- Quem mais inspira você a escrever?
Os Jonas Brothers e a Demi Lovato
5°- Quanto tempo levou para fazer a sua primeira fiction?
Cara, levei um tempão
6°- Escrever para você é...?
O máximo
7°- Qual a primeira coisa que faz quando "loga" no Blogger.
Vou olhar se tem comentários novos hehe
8°- Porque o nome da sua  Fiction atual é esse?
Por que eu estava ouvindo uma música que se chama 'Flightless Bird'. E o refrão tinha uma frase... Have I found you?  Flightless bird, jealous, weeping, or lost you? american mouth... Big pill looming
9°- Em que você se baseia para escrever?
Num filme aí que eu assisti
10°- Prefere passar uma tarde escrevendo ou sai com os amigos?
Tem dias que eu prefiro ficar em casa, outros dias eu gosto de sair
11°- Não tenho mais nada, então. Qual o seu time?..hahaha
CORINTHIANS MANOLO!

Minhas perguntas:

1- Há quanto tempo tem o blog?
2 - Suas fics geralmente são baseadas em que casais?
3 - Quais são seus hobbies?
4- Animal de estimação?
5 - Medo?

Vou fazer só essas por que to com preguiça -q

Repasso os dois selos para esses blogs:

2 de jul de 2013

14º Capítulo – Warning



“But I’ll be there forever,
You’ll see that is better
All our hopes and our dreams
We’ll come true

- Por Demetria Lovato

- Joseph? – perguntei enquanto o garoto asmático pisava no meu pé. – AI! O que está fazendo aqui?
- Como assim, o que estou fazendo aqui? Ele é meu irmão! – levou o garoto para perto dele - o que ele aprontou? – perguntou enquanto seu irmão vasculhava o criado mudo ao lado do sofá. Pegou uma pequena bomba e tapou com ela o nariz e a boca.
- Teve uma crise de asma. – falei baixo.
- O quê? – ele não escutou.
- TEVE UMA CRISE DE ASMA! – gritei, fazendo Joe dar um pequeno pulo.
- Vocês já se conhecem? – perguntou o menino, através da máscara.
- É Nicholas, a gente se conhece. – Joe olhou para os próprios pés. Ah, era ele o jogador dos Yankes que o Kevin mencionou.
 - Já tô indo – anunciei, indo em direção à porta.
- Aah... Ei? – Nicholas chamou, levantando-se.
- Oi?
- Valeu. Valeu mesmo pelo o que você fez por mim. – me olhou encabulado.
- Disponha. – sorri, abrindo a porta e saindo logo em seguida.

- Por Joseph Jonas

- Que intimidade foi essa? – bradei assim que ela fechou a porta.
- Intimidade? Não teve nenhuma intimidade Joseph. – falou Nick, sem me encarar. – eu tive uma crise, ela quis ajudar, me trouxe pra casa e agora foi embora fim da história é só isso e ponto final, quer um café?
- Hã! Quero, quero sim. – desviei meus pensamentos pra longe.
- E aí, qual o nome dela?
- Dela quem? – brisei.
- Da gostosa que tava aqui agora a pouco. – falou tranquilamente, me dando a xícara.
- Olha o respeito, rapaz!
Ele me encarou por um minuto, depois caiu na gargalhada.
- O que foi?
- Joe, é impressão minha ou você tá querendo comer essa garota?

To Be Continued.


1 de jul de 2013

13º Capítulo – Earthquake



“When you move I fall to my knees
Baby, put your pom poms down for me
Come and shake it up, five four three
Baby, put your pom poms down for me”

- Por Joseph Jonas

Demi assistia ao jogo do outro lado da sala. Eu prestava atenção de como ela comemorava silenciosamente quando os Lakers marcavam um ponto.
O jogo havia acabado. Os Yankes venceram os Lakers, e eu estava adorando isso.
- E aí, o que achou do jogo? – Ri descaradamente, enquanto Demi atravessava a porta.
- Não me faça bater em você de novo, Joseph. – Ralhou.
 - Ah, você vai me bater? Tô morrendo de medo. – Brinquei.
- Qual é a tua, cara? Por que fica atrás de mim? – Ela reclamou, virando-se para me encarar.
A pergunta dela me surpreendeu. Eu não soube o que responder, então fiquei calado. Sei lá por que ficava atrás dela.
- Me deixa em paz. – Virou-se e saiu andando.
Voltei pra casa completamente frustrado. Tirei os sapatos e deixei-os de qualquer jeito sobre o tapete. Joguei o net book no colo e digitei apressadamente:
“Demetria Lovato”
Milhões de resultados. Que merda! Pensei um pouco. Uma vez, ouvi Lisa comentar que ela era dentista.
“Doutora Demetria Lovato NYC”
Pouco mais de 300 resultados. Olhei as imagens. Algumas eu descartava rapidamente. Até que...
- ACHEI! – Bradei vitorioso. – Eu sou um hacker profissional...  Demetria Devonne Lovato. – Repeti, olhando para o computador. – Eu devo estar maluco.
Deixei o net book sobre a mesa. Por que diabos eu estava pesquisando sobre o passado de uma garota que me detesta?! Cismei. Melhor esquecer isso. Mesmo assim, favoritei a página. Peguei meu casaco e fui até a casa de Nick. Ele não estava lá então eu peguei a chave reserva e entrei na casa, disposto a esperar por ele.

- Por Demetria Lovato


Estava eu na cafeteria perto de minha casa. Kevin não estava lá. Eu tomava meu cappuccino devagar, lendo meu exemplar de “Harry Potter e as relíquias da morte”, quando vejo um homem passar pela porta. Vestia uma camiseta dos Yankes, junto com um boné. Pediu alguma coisa do cardápio e sentou-se na mesa ao meu lado. Ele olhou pra mim, sorriu e piscou o olho. Aff.
Não podia negar que ele era realmente muito lindo. Continuei lendo, até que olhei novamente pra ele. O garoto estava tossindo muito, estava roxo. Meu Deus!
- O que você tem? – Perguntei levantando ele do chão.
- Droga, eu estou sem minha bombinha! Eu tenho asma! – Sussurrou.
- Vou te levar num hospital. – Falei, tentando levantá-lo da cadeira.
- Não. Me leva pra casa, é só uma crise. Depois passa. Eu só preciso da minha bombinha. – Pediu, quase sem voz.
- Tudo bem, onde é sua casa?! – Eu estava desesperada, tinha que ajudar.
Ele me falou o endereço. Peguei um táxi. A casa dele era perto, então não demorou muito. Ele estava um pouco melhor assim que chegamos. Assim que abriu a porta, avistei uma pessoa sentada no sofá.

To Be Continued.




Oi povo c:
Num falei que ia ficar uma bosta?
Pois é.
Comentem mesmo assim? :3
Beijos migas